DANÇA
30 jun - 2 jul

SÍNDROME

Olga Roriz
Sala Luis Miguel Cintra
Sexta e sábado, 21h; domingo 17h30

Sinopse

DANÇA - ESTREIA
30 jun - 2 jul
SÍNDROME
Olga Roriz
Sexta e sábado, 21h; domingo 17h30
Sala Luis Miguel Cintra
A classificar pela CCE
€12 - €15 (com descontos €5 - €10,50)

 

1 jul – conversa com a equipa artística após o espetáculo
1 jul – sessão com audiodescrição

Síndrome sucede a Antes que matem os Elefantes como um mal estar que se instala, uma doença crónica, um vírus...
Homens e mulheres de cal, numa cidade em guerra, carregam as memórias dos gestos.
O pó infiltra-se em todos os cantos, penetra nos pulmões e por fim instala-se na alma.
Vive-se a verdade, as expectativas, as aspirações e desencantos.
Baralham-se as convenções, e faz-se daquele lugar um outro, ou apenas um palco a existir como tal, numa relação entre o ser humano, o tempo, o espaço e a matéria.
Come-se pão, fala-se sobre a dignidade humana, sobre a solidão.
Canta-se, beija-se, fuma-se... e o tempo de tão real torna-se simbólico.

Interpretação: André de Campos, Beatriz Dias, Bruno Alexandre, Bruno Alves, Carla 
Ribeiro, Francisco Rolo, Marta Lobato Faria; Seleção musical: Olga Roriz e João Rapozo; Cenografia e figurinos: Olga Roriz; Desenho de luz: Cristina Piedade; Vídeo e pós-produção áudio: João Rapozo; Montagem e operação de luz: Rui M. Simão; Montagem e operação de som: Ponto Zurca 
  
Coprodução: Companhia Olga Roriz e São Luiz Teatro Municipal

Sinopse

DANÇA - ESTREIA
30 jun - 2 jul
SÍNDROME
Olga Roriz
Sexta e sábado, 21h; domingo 17h30
Sala Luis Miguel Cintra
A classificar pela CCE
€12 - €15 (com descontos €5 - €10,50)

 

1 jul – conversa com a equipa artística após o espetáculo
1 jul – sessão com audiodescrição

Síndrome sucede a Antes que matem os Elefantes como um mal estar que se instala, uma doença crónica, um vírus...
Homens e mulheres de cal, numa cidade em guerra, carregam as memórias dos gestos.
O pó infiltra-se em todos os cantos, penetra nos pulmões e por fim instala-se na alma.
Vive-se a verdade, as expectativas, as aspirações e desencantos.
Baralham-se as convenções, e faz-se daquele lugar um outro, ou apenas um palco a existir como tal, numa relação entre o ser humano, o tempo, o espaço e a matéria.
Come-se pão, fala-se sobre a dignidade humana, sobre a solidão.
Canta-se, beija-se, fuma-se... e o tempo de tão real torna-se simbólico.

Interpretação: André de Campos, Beatriz Dias, Bruno Alexandre, Bruno Alves, Carla 
Ribeiro, Francisco Rolo, Marta Lobato Faria; Seleção musical: Olga Roriz e João Rapozo; Cenografia e figurinos: Olga Roriz; Desenho de luz: Cristina Piedade; Vídeo e pós-produção áudio: João Rapozo; Montagem e operação de luz: Rui M. Simão; Montagem e operação de som: Ponto Zurca 
  
Coprodução: Companhia Olga Roriz e São Luiz Teatro Municipal

Críticas

Não existem críticas.

Preçário

0

Descontos

50% 
Cartão Maria&Luiz
Menores de 30 Anos (1ª Plateia; Camarotes Centrais e 1º Balcão Central)
Maiores de 65 anos, pessoas com deficiência e acompanhante, desempregados,estudantes, profissionais do espetáculo, funcionários da CML e Empresas Municipais 

30% 
Grupos de 10 pessoas ou mais

20% 
Protocolos e acordos

€5
Menores de 30 Anos (2ª Plateia; Frisas; 2º Balcão e Camarotes de 2ª)

Nota: É favor fazer-se acompanhar de um documento que comprove o desconto à entrada.

Comentários

Não possui comentários. Envie o Seu !

stqqssd
    1 2 3 4 5
6 7 8 9 10 11 12
13 14 15 16 17 18 19
20 21 22 23 24 25 26
27 28 29 30 31    
 
BILHETEIRA
 
bilheteira@teatrosaoluiz.pt
Tel.  (+351) 213 257 650
Todos os dias, das 13h às 20h
Siga-nos no: facebook