MAIS NOVOS
9 dez, 6 jan, 3 mar, 7 abr, 12 mai, 30 jun

Poesia-me - Ciclo de Poesia para a infância

Coordenação e Seleção de Textos: Inês Fonseca Santos
Sala Bernardo Sassetti
Sábado, 16h

Sinopse

Poesia
7 out, 11 nov, 9 dez, 6 jan, 3 mar, 7 abr, 12 mai, 30 jun
POESIA-ME
Ciclo de Leituras para a Infância
Coordenação e Seleção de Textos: Inês Fonseca Santos
Sábado, 16h
Sala Bernardo Sassetti
Público-alvo: famílias e público em geral a partir dos 6 anos
M/6
€2
Passe: €12

sessões em 2017:

sessões em 2018:


Eis um lanche poético para os mais novos. Que pode ser maluco, como o da Alice; meloso, como os do Urso Puff; ou inusitado, como o que o Calvin fez para caçar o Hobbes. Quer isto dizer que será sempre imprevisível. Por incluir palavras. Que podem ser comidas: elas vão estar entre bolos, bolachas, sumos e chá, enfiadas em poemas que serão partilhados na companhia de quem os escreveu, desenhou ou de quem os queira transformar em sons, às vezes tocados, às vezes cantados, e sempre ditos em voz alta. 
Esta temporada voltamos a desafiar duplas de imprevisíveis como Fernando Mota, Carla Galvão, Afonso Cruz, Marta Bernardes, Paulo Condessa, Crista Alfaiate, António Jorge Gonçalves, Ainhoa Vidal, Marta Madureira, Adélia Carvalho, Rita Taborda Duarte, Pedro Proença ou João Fazenda, entre outros.


7 OUT
A IDEIA DE TER UM VIZINHO SOAVA-ME BEM
Carla Galvão e Rui Rebelo
A argentina Vanina Starkoff escreveu e ilustrou Dançar Nas Nuvens, um livro cheio de cores, gente e sonhos. Dele partem Carla Galvão e Rui Rebelo para criar sons a partir de palavras – e vice-versa –, numa festa multicultural.


11 NOV
QUEM ME DERA TER RAÍZES
Inês Barahona e Miguel Fragata
Partimos do chão para chegar ao céu, das raízes para chegar às estrelas. Como? Correndo atrás dos versos de Jorge Sousa Braga. Os guias desta sessão, Inês Barahona e Miguel Fragata, são uma dupla que tem sempre os pés bem assentes no ar e a cabeça bem presa à terra.


9 DEZ
TERRA À VISTA
Paulo Condessa e Nuno Moura 
A morte é um mistério — para miúdos e graúdos. É fermento para o sentimento de perda, para a tristeza, para a saudade... Mas também pode abrir novos caminhos. Para quem fica, claro, com as boas memórias de quem parte. Paulo Condessa e Nuno Moura são especialistas em explorar zonas misteriosas e em virar tudo do avesso. Por isso, são eles que aparecem por aqui para contar desaparecimentos.

6 JAN
UMA GRANDE CONTRADIÇÃO
Marta Bernardes e Afonso Cruz
Com o devido espírito de contradição, Afonso Cruz e Marta Bernardes vão trocar-nos as voltas nesta sessão, porque vão dar exemplos que provam que dentro das pessoas habitam as maiores contradições. O ponto de partida é, pois, o livro A Contradição Humana, escrito e desenhado por Afonso Cruz, que se espanta sempre por as pessoas que gostam de pássaros os prenderem nas gaiolas. Ora, isto faz algum sentido?!...

3 MAR
DANÇA(S)?
João Fazenda e Ainhoa Vidal
João Fazenda desenhou uma história sobre um pé de chumbo. É uma história sem palavras e, por isso, mais vale dançá-la. Quem o vai fazer é Ainhoa Vidal, capaz de pôr palavras e corpos em movimento e, quem sabe?, capaz de dar vida e ritmo aos pés de um homem tão quadrado que nem sabe bem onde se pode encaixar no mundo.


7 ABR
POSSO PASSAR?
Marta Madureira e Adélia Carvalho
A crocodila Dalila é muito mandona e acorda sempre muito refilona. Até tem a mania que é a porteira do rio. Um rei que era muito pateta, mancava de uma perna e era careca tinha a mania que podia fazer o que bem lhe apetecia: até caçar elefantes! Mas, às vezes, de onde menos se espera aparece uma pequena ou grande coisa capaz de passar uma rasteira aos mais poderosos. É preciso técnica, claro, por vezes, uma ou outra rima, e isso é o que nos vão ensinar a Adélia Carvalho e a Marta Madureira.

12 MAI
HISTÓRIAS SEM LUZ ELÉCTRICA
António Jorge Gonçalves e Crista Alfaiate
Ondjaki e António Jorge Gonçalves são fãs e criadores de histórias sem luz eléctrica. A mais recente que inventaram chama-se O Convidador de Pirilampos" e vai ser partilhada connosco pela voz da Crista Alfaiate e os desenhos do António Jorge Gonçalves. Vai ser caso para se "cientistar" o mundo e descobrir para que serve um "aumentador de caminhos", ou um "unóculo", ou essa coisa extraordinária que é um "convidador de pirilampos".

30 JUN
ANIMAIS MINUSCULÍSSIMOS
Rita Taborda Duarte e Pedro Proença: 
Há uma quantidade de bicharada muito mais pequenina que a migalha da migalha, a penugem de um pezinho ou a poeira de poalha. Quem os descobriu foi a Rita Taborda Duarte, até os descreveu em poemas, e depois o Pedro Proença desenhou-os. Com a ajuda deles, nesta sessão, vamos tentar avistar estes animais minusculíssimos que nem se vêem a olho nu. Tragam óculos, binóculos e telescópios...


Uma encomenda São Luiz Teatro Municipal

Sinopse

Poesia
7 out, 11 nov, 9 dez, 6 jan, 3 mar, 7 abr, 12 mai, 30 jun
POESIA-ME
Ciclo de Leituras para a Infância
Coordenação e Seleção de Textos: Inês Fonseca Santos
Sábado, 16h
Sala Bernardo Sassetti
Público-alvo: famílias e público em geral a partir dos 6 anos
M/6
€2
Passe: €12

sessões em 2017:

sessões em 2018:


Eis um lanche poético para os mais novos. Que pode ser maluco, como o da Alice; meloso, como os do Urso Puff; ou inusitado, como o que o Calvin fez para caçar o Hobbes. Quer isto dizer que será sempre imprevisível. Por incluir palavras. Que podem ser comidas: elas vão estar entre bolos, bolachas, sumos e chá, enfiadas em poemas que serão partilhados na companhia de quem os escreveu, desenhou ou de quem os queira transformar em sons, às vezes tocados, às vezes cantados, e sempre ditos em voz alta. 
Esta temporada voltamos a desafiar duplas de imprevisíveis como Fernando Mota, Carla Galvão, Afonso Cruz, Marta Bernardes, Paulo Condessa, Crista Alfaiate, António Jorge Gonçalves, Ainhoa Vidal, Marta Madureira, Adélia Carvalho, Rita Taborda Duarte, Pedro Proença ou João Fazenda, entre outros.


7 OUT
A IDEIA DE TER UM VIZINHO SOAVA-ME BEM
Carla Galvão e Rui Rebelo
A argentina Vanina Starkoff escreveu e ilustrou Dançar Nas Nuvens, um livro cheio de cores, gente e sonhos. Dele partem Carla Galvão e Rui Rebelo para criar sons a partir de palavras – e vice-versa –, numa festa multicultural.


11 NOV
QUEM ME DERA TER RAÍZES
Inês Barahona e Miguel Fragata
Partimos do chão para chegar ao céu, das raízes para chegar às estrelas. Como? Correndo atrás dos versos de Jorge Sousa Braga. Os guias desta sessão, Inês Barahona e Miguel Fragata, são uma dupla que tem sempre os pés bem assentes no ar e a cabeça bem presa à terra.


9 DEZ
TERRA À VISTA
Paulo Condessa e Nuno Moura 
A morte é um mistério — para miúdos e graúdos. É fermento para o sentimento de perda, para a tristeza, para a saudade... Mas também pode abrir novos caminhos. Para quem fica, claro, com as boas memórias de quem parte. Paulo Condessa e Nuno Moura são especialistas em explorar zonas misteriosas e em virar tudo do avesso. Por isso, são eles que aparecem por aqui para contar desaparecimentos.

6 JAN
UMA GRANDE CONTRADIÇÃO
Marta Bernardes e Afonso Cruz
Com o devido espírito de contradição, Afonso Cruz e Marta Bernardes vão trocar-nos as voltas nesta sessão, porque vão dar exemplos que provam que dentro das pessoas habitam as maiores contradições. O ponto de partida é, pois, o livro A Contradição Humana, escrito e desenhado por Afonso Cruz, que se espanta sempre por as pessoas que gostam de pássaros os prenderem nas gaiolas. Ora, isto faz algum sentido?!...

3 MAR
DANÇA(S)?
João Fazenda e Ainhoa Vidal
João Fazenda desenhou uma história sobre um pé de chumbo. É uma história sem palavras e, por isso, mais vale dançá-la. Quem o vai fazer é Ainhoa Vidal, capaz de pôr palavras e corpos em movimento e, quem sabe?, capaz de dar vida e ritmo aos pés de um homem tão quadrado que nem sabe bem onde se pode encaixar no mundo.


7 ABR
POSSO PASSAR?
Marta Madureira e Adélia Carvalho
A crocodila Dalila é muito mandona e acorda sempre muito refilona. Até tem a mania que é a porteira do rio. Um rei que era muito pateta, mancava de uma perna e era careca tinha a mania que podia fazer o que bem lhe apetecia: até caçar elefantes! Mas, às vezes, de onde menos se espera aparece uma pequena ou grande coisa capaz de passar uma rasteira aos mais poderosos. É preciso técnica, claro, por vezes, uma ou outra rima, e isso é o que nos vão ensinar a Adélia Carvalho e a Marta Madureira.

12 MAI
HISTÓRIAS SEM LUZ ELÉCTRICA
António Jorge Gonçalves e Crista Alfaiate
Ondjaki e António Jorge Gonçalves são fãs e criadores de histórias sem luz eléctrica. A mais recente que inventaram chama-se O Convidador de Pirilampos" e vai ser partilhada connosco pela voz da Crista Alfaiate e os desenhos do António Jorge Gonçalves. Vai ser caso para se "cientistar" o mundo e descobrir para que serve um "aumentador de caminhos", ou um "unóculo", ou essa coisa extraordinária que é um "convidador de pirilampos".

30 JUN
ANIMAIS MINUSCULÍSSIMOS
Rita Taborda Duarte e Pedro Proença: 
Há uma quantidade de bicharada muito mais pequenina que a migalha da migalha, a penugem de um pezinho ou a poeira de poalha. Quem os descobriu foi a Rita Taborda Duarte, até os descreveu em poemas, e depois o Pedro Proença desenhou-os. Com a ajuda deles, nesta sessão, vamos tentar avistar estes animais minusculíssimos que nem se vêem a olho nu. Tragam óculos, binóculos e telescópios...


Uma encomenda São Luiz Teatro Municipal

Críticas

Não existem críticas.

Preçário

1

Descontos

Sem Descontos

Comentários

Não possui comentários. Envie o Seu !

stqqssd
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
 
BILHETEIRA
 
bilheteira@teatrosaoluiz.pt
Tel.  (+351) 213 257 650
Todos os dias, das 13h às 20h
Siga-nos no: facebook