MAIS NOVOS
9 – 15 out

Heróis

De Ainhoa Vidal
Sala Mário Viegas
Escolas: segunda a sexta, 10h30; Famílias: sábado, 16h; domingo, 11h e 16h

Sinopse

Teatro/ dança – estreia
9 – 15 out
HERÓIS
Ainhoa Vidal
Sala Mário Viegas
Público-alvo: 1º e 2 ciclos do ensino básico (6 > 12 anos)
A classificar pela CCE

Escolas: segunda a sexta, 10h30
€3 crianças (entrada livre para os acompanhantes)

Famílias: sábado, 16h; domingo, 11h e 16h
€3 crianças; €7 adultos


14 out, sábado: conversa com a equipa após o espetáculo
15 out, domingo, 16h: SD – Sessão Descontraída *

Heróis é um espetáculo onde as crianças são levadas ao teatro pelos seus avós. Uma plateia de duas gerações distantes e unidas pelo amor do que vem e do que vai. Fui criada, como muitas outras pessoas, pelos meus avós. Lembro-me de olhar para eles e imaginá-los sem rugas e perguntar-me, quem é que eles tinham sido antes de serem avós, muito antes de serem pais? Como era a sua vida de criança?, como se tinham conhecido?, como tinha sido a guerra civil e as marcas que esta tinha deixado na nossa família? E a ditadura? Eles, como muitos outros, por vontade própria, pouco falavam desse tempo. 
Heróis é um espetáculo celebratório da vida de uma geração que lutou por existir e fazer-se ouvir. 

Criação, Interpretação, Figurinos, Apoio na Cenografia: Ainhoa Vidal; Maquilhador: Jorge Bragada; Música: Pedro Gonçalves; Cenografia: Carla Martínez; Criação de Luz e Vídeo: Nuno Salsinha; Produção: Célia Costa; Residência Artística: Câmara Municipal da Moita, Centro de Experimentação Artística (Vale da Amoreira), Centro Social da Sé (Lisboa), Centro Social de Aveiro. 
Uma encomenda São Luiz Teatro Municipal em coprodução com Teatro Aveirense

Oceanos é um projeto que tenta construir uma dignificação da pessoa idosa a partir das suas experiências de vida e dos seus saberes. Projeto que se divide em dois espetáculos: Heróis, parte das vivências e memórias da comunidade sénior. E, Oceano, um espetáculo para bebés, a apresentar em junho, que resulta do trabalho em torno do saber fazer manual e artesão desta mesma comunidade.


* Sessão Descontraída: 15 out, domingo, 16h
Sessões Descontraídas são sessões de teatro, dança, cinema que podem decorrer numa atmosfera mais descontraída e acolhedora e com mais tolerância no que diz respeito ao movimento e ao barulho na plateia; podem ainda implicar pequenos ajustes no espetáculo (iluminação, som) e no acolhimento do público, para melhor se adaptarem às suas necessidades. As Sessões Descontraídas procuram reduzir os níveis de ansiedade e tornar a experiência mais agradável. 

Destinam-se a todos os indivíduos e famílias. Pessoas com condições do espetro autista (ASD), incluindo síndrome de Asperger; síndrome de Down, de Tourette; crianças com défice de atenção; pessoas com deficiência intelectual ou em estados iniciais de demência; pessoas com deficiências sensoriais, sociais ou de comunicação. 

Não são, no entanto, uma forma de contrariar a classificação etária (por exemplo, permitir que crianças muito pequenas possam assistir a espetáculos que não sejam adequados para a sua idade). Da mesma forma, não procuram criar um espaço para outro tipo de atividade durante o espetáculo que não o usufruto do mesmo. Esta é uma colaboração entre equipamentos culturais e pais, cuidadores e acompanhantes, para que todas as pessoas possam assistir ao mesmo espetáculo.  

Mais informação em acessocultura.org

Informações e reservas:  213 257 662 | nunosantos@egeac.pt 


Sinopse

Teatro/ dança – estreia
9 – 15 out
HERÓIS
Ainhoa Vidal
Sala Mário Viegas
Público-alvo: 1º e 2 ciclos do ensino básico (6 > 12 anos)
A classificar pela CCE

Escolas: segunda a sexta, 10h30
€3 crianças (entrada livre para os acompanhantes)

Famílias: sábado, 16h; domingo, 11h e 16h
€3 crianças; €7 adultos


14 out, sábado: conversa com a equipa após o espetáculo
15 out, domingo, 16h: SD – Sessão Descontraída *

Heróis é um espetáculo onde as crianças são levadas ao teatro pelos seus avós. Uma plateia de duas gerações distantes e unidas pelo amor do que vem e do que vai. Fui criada, como muitas outras pessoas, pelos meus avós. Lembro-me de olhar para eles e imaginá-los sem rugas e perguntar-me, quem é que eles tinham sido antes de serem avós, muito antes de serem pais? Como era a sua vida de criança?, como se tinham conhecido?, como tinha sido a guerra civil e as marcas que esta tinha deixado na nossa família? E a ditadura? Eles, como muitos outros, por vontade própria, pouco falavam desse tempo. 
Heróis é um espetáculo celebratório da vida de uma geração que lutou por existir e fazer-se ouvir. 

Criação, Interpretação, Figurinos, Apoio na Cenografia: Ainhoa Vidal; Maquilhador: Jorge Bragada; Música: Pedro Gonçalves; Cenografia: Carla Martínez; Criação de Luz e Vídeo: Nuno Salsinha; Produção: Célia Costa; Residência Artística: Câmara Municipal da Moita, Centro de Experimentação Artística (Vale da Amoreira), Centro Social da Sé (Lisboa), Centro Social de Aveiro. 
Uma encomenda São Luiz Teatro Municipal em coprodução com Teatro Aveirense

Oceanos é um projeto que tenta construir uma dignificação da pessoa idosa a partir das suas experiências de vida e dos seus saberes. Projeto que se divide em dois espetáculos: Heróis, parte das vivências e memórias da comunidade sénior. E, Oceano, um espetáculo para bebés, a apresentar em junho, que resulta do trabalho em torno do saber fazer manual e artesão desta mesma comunidade.


* Sessão Descontraída: 15 out, domingo, 16h
Sessões Descontraídas são sessões de teatro, dança, cinema que podem decorrer numa atmosfera mais descontraída e acolhedora e com mais tolerância no que diz respeito ao movimento e ao barulho na plateia; podem ainda implicar pequenos ajustes no espetáculo (iluminação, som) e no acolhimento do público, para melhor se adaptarem às suas necessidades. As Sessões Descontraídas procuram reduzir os níveis de ansiedade e tornar a experiência mais agradável. 

Destinam-se a todos os indivíduos e famílias. Pessoas com condições do espetro autista (ASD), incluindo síndrome de Asperger; síndrome de Down, de Tourette; crianças com défice de atenção; pessoas com deficiência intelectual ou em estados iniciais de demência; pessoas com deficiências sensoriais, sociais ou de comunicação. 

Não são, no entanto, uma forma de contrariar a classificação etária (por exemplo, permitir que crianças muito pequenas possam assistir a espetáculos que não sejam adequados para a sua idade). Da mesma forma, não procuram criar um espaço para outro tipo de atividade durante o espetáculo que não o usufruto do mesmo. Esta é uma colaboração entre equipamentos culturais e pais, cuidadores e acompanhantes, para que todas as pessoas possam assistir ao mesmo espetáculo.  

Mais informação em acessocultura.org

Informações e reservas:  213 257 662 | nunosantos@egeac.pt 


Críticas

Não existem críticas.

Preçário

1

Descontos

Apenas cartão Maria&Luiz

Comentários

Não possui comentários. Envie o Seu !

stqqssd
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30  
 
BILHETEIRA
 
bilheteira@teatrosaoluiz.pt
Tel.  (+351) 213 257 650
Todos os dias, das 13h às 20h
Siga-nos no: facebook