MAIS NOVOS
9 – 15 out

Heróis

De Ainhoa Vidal
Sala Mário Viegas
Escolas: segunda a sexta, 10h30; Famílias: sábado, 16h; domingo, 11h e 16h

Sinopse

Teatro/ dança – estreia
9 – 15 out

HERÓIS
Ainhoa Vidal
Sala Mário Viegas
Público-alvo: 1º e 2 ciclos do ensino básico (6 > 12 anos)
A classificar pela CCE

Escolas: segunda a sexta, 10h30
€3 crianças (entrada livre para os acompanhantes)

Famílias: sábado, 16h; domingo, 11h e 16h
€3 crianças; €7 adultos

HISTÓRIA VISUAL


14 out, sábado: conversa com a equipa após o espetáculo, moderada por Pedro Vieira (escritor e ilustrador).
15 out, domingo, 16h: SD – Sessão Descontraída *

Heróis é um espetáculo onde as crianças são levadas ao teatro pelos seus avós. Uma plateia de duas gerações distantes e unidas pelo amor do que vem e do que vai. Fui criada, como muitas outras pessoas, pelos meus avós. Lembro-me de olhar para eles e imaginá-los sem rugas e perguntar-me, quem é que eles tinham sido antes de serem avós, muito antes de serem pais? Como era a sua vida de criança?, como se tinham conhecido?, como tinha sido a guerra civil e as marcas que esta tinha deixado na nossa família? E a ditadura? Eles, como muitos outros, por vontade própria, pouco falavam desse tempo. 
Heróis é um espetáculo celebratório da vida de uma geração que lutou por existir e fazer-se ouvir. 

Criação, Interpretação, Figurinos, Apoio na Cenografia: Ainhoa Vidal; Música: Pedro Gonçalves; Cenografia: Carla Martínez; Apoio Cenografia: Angél Ruiz; Criação de Luz: Nuno Salsinha; Operação de Luz: Rita Louzeiro; Produção: Célia Costa; Maquilhador: Jorge Bragada; Figurino Ainhoa: Luisa Pereira e Ainhoa Vidal; Apoio e revisão texto: Pedro Vieira; Residência Artística: Camara Municipal da Moita, Centro de Experimentação Artística (Vale da Amoreira), Centro Social da Sé (Lisboa), Centro Comunitário da Vera Cruz (Aveiro) e Centro Paroquial de São Bernardo (Aveiro)

Uma encomenda São Luiz Teatro Municipal em coprodução com Teatro Aveirense

Oceanos é um projeto que tenta construir uma dignificação da pessoa idosa a partir das suas experiências de vida e dos seus saberes. Projeto que se divide em dois espetáculos: Heróis, parte das vivências e memórias da comunidade sénior. E, Oceano, um espetáculo para bebés, a apresentar em junho, que resulta do trabalho em torno do saber fazer manual e artesão desta mesma comunidade.


* Sessão Descontraída: 15 out, domingo, 16h
Sessões Descontraídas são sessões de teatro, dança, cinema que podem decorrer numa atmosfera mais descontraída e acolhedora e com mais tolerância no que diz respeito ao movimento e ao barulho na plateia; podem ainda implicar pequenos ajustes no espetáculo (iluminação, som) e no acolhimento do público, para melhor se adaptarem às suas necessidades. As Sessões Descontraídas procuram reduzir os níveis de ansiedade e tornar a experiência mais agradável. 

Destinam-se a todos os indivíduos e famílias. Pessoas com condições do espetro autista (ASD), incluindo síndrome de Asperger; síndrome de Down, de Tourette; crianças com défice de atenção; pessoas com deficiência intelectual ou em estados iniciais de demência; pessoas com deficiências sensoriais, sociais ou de comunicação. 

Não são, no entanto, uma forma de contrariar a classificação etária (por exemplo, permitir que crianças muito pequenas possam assistir a espetáculos que não sejam adequados para a sua idade). Da mesma forma, não procuram criar um espaço para outro tipo de atividade durante o espetáculo que não o usufruto do mesmo. Esta é uma colaboração entre equipamentos culturais e pais, cuidadores e acompanhantes, para que todas as pessoas possam assistir ao mesmo espetáculo.  

Mais informação em acessocultura.org

Informações e reservas:  213 257 662 | nunosantos@egeac.pt 


Sinopse

Teatro/ dança – estreia
9 – 15 out

HERÓIS
Ainhoa Vidal
Sala Mário Viegas
Público-alvo: 1º e 2 ciclos do ensino básico (6 > 12 anos)
A classificar pela CCE

Escolas: segunda a sexta, 10h30
€3 crianças (entrada livre para os acompanhantes)

Famílias: sábado, 16h; domingo, 11h e 16h
€3 crianças; €7 adultos

HISTÓRIA VISUAL


14 out, sábado: conversa com a equipa após o espetáculo, moderada por Pedro Vieira (escritor e ilustrador).
15 out, domingo, 16h: SD – Sessão Descontraída *

Heróis é um espetáculo onde as crianças são levadas ao teatro pelos seus avós. Uma plateia de duas gerações distantes e unidas pelo amor do que vem e do que vai. Fui criada, como muitas outras pessoas, pelos meus avós. Lembro-me de olhar para eles e imaginá-los sem rugas e perguntar-me, quem é que eles tinham sido antes de serem avós, muito antes de serem pais? Como era a sua vida de criança?, como se tinham conhecido?, como tinha sido a guerra civil e as marcas que esta tinha deixado na nossa família? E a ditadura? Eles, como muitos outros, por vontade própria, pouco falavam desse tempo. 
Heróis é um espetáculo celebratório da vida de uma geração que lutou por existir e fazer-se ouvir. 

Criação, Interpretação, Figurinos, Apoio na Cenografia: Ainhoa Vidal; Música: Pedro Gonçalves; Cenografia: Carla Martínez; Apoio Cenografia: Angél Ruiz; Criação de Luz: Nuno Salsinha; Operação de Luz: Rita Louzeiro; Produção: Célia Costa; Maquilhador: Jorge Bragada; Figurino Ainhoa: Luisa Pereira e Ainhoa Vidal; Apoio e revisão texto: Pedro Vieira; Residência Artística: Camara Municipal da Moita, Centro de Experimentação Artística (Vale da Amoreira), Centro Social da Sé (Lisboa), Centro Comunitário da Vera Cruz (Aveiro) e Centro Paroquial de São Bernardo (Aveiro)

Uma encomenda São Luiz Teatro Municipal em coprodução com Teatro Aveirense

Oceanos é um projeto que tenta construir uma dignificação da pessoa idosa a partir das suas experiências de vida e dos seus saberes. Projeto que se divide em dois espetáculos: Heróis, parte das vivências e memórias da comunidade sénior. E, Oceano, um espetáculo para bebés, a apresentar em junho, que resulta do trabalho em torno do saber fazer manual e artesão desta mesma comunidade.


* Sessão Descontraída: 15 out, domingo, 16h
Sessões Descontraídas são sessões de teatro, dança, cinema que podem decorrer numa atmosfera mais descontraída e acolhedora e com mais tolerância no que diz respeito ao movimento e ao barulho na plateia; podem ainda implicar pequenos ajustes no espetáculo (iluminação, som) e no acolhimento do público, para melhor se adaptarem às suas necessidades. As Sessões Descontraídas procuram reduzir os níveis de ansiedade e tornar a experiência mais agradável. 

Destinam-se a todos os indivíduos e famílias. Pessoas com condições do espetro autista (ASD), incluindo síndrome de Asperger; síndrome de Down, de Tourette; crianças com défice de atenção; pessoas com deficiência intelectual ou em estados iniciais de demência; pessoas com deficiências sensoriais, sociais ou de comunicação. 

Não são, no entanto, uma forma de contrariar a classificação etária (por exemplo, permitir que crianças muito pequenas possam assistir a espetáculos que não sejam adequados para a sua idade). Da mesma forma, não procuram criar um espaço para outro tipo de atividade durante o espetáculo que não o usufruto do mesmo. Esta é uma colaboração entre equipamentos culturais e pais, cuidadores e acompanhantes, para que todas as pessoas possam assistir ao mesmo espetáculo.  

Mais informação em acessocultura.org

Informações e reservas:  213 257 662 | nunosantos@egeac.pt 


Críticas

Não existem críticas.

Preçário

1

Descontos

Apenas cartão Maria&Luiz

Comentários

Não possui comentários. Envie o Seu !

stqqssd
  1 2 3 4 5 6
7 8 9 10 11 12 13
14 15 16 17 18 19 20
21 22 23 24 25 26 27
28 29 30 31      
 
BILHETEIRA
 
bilheteira@teatrosaoluiz.pt
Tel.  (+351) 213 257 650
Todos os dias, das 13h às 20h
Siga-nos no: facebook