TEATRO
12 – 22 abr

Lindos Dias!

(Happy Days, de Samuel Beckett); Encenação Sandra Faleiro
Sala Mário Viegas
Quarta a sábado, 21h, domingo, 17h30

Sinopse

Teatro - ESTREIA
12 – 22 abril
LINDOS DIAS!
(Happy Days, de Samuel Beckett)
Encenação Sandra Faleiro
Quarta a sábado, 21h, domingo, 17h30
Sala Mário Viegas
A classificar pela CCE
€12 (com descontos €5 - €8,40)

 

15 abril, domingo, 17h30: 
LGP – sessão com interpretação em Língua gestual portuguesa
Conversa com a equipa artística após o espetáculo

Dizemos “lindos dias, estes que estamos a viver” e ouvimos a ironia, mesmo que a intenção seja celebrar o dia. O que pode fazer uma mulher enterrada até à cintura num montículo que a cobrirá até ao pescoço? Sim, fala com um marido vagamente presente. E mais? 
O clown, e a dimensão tragicómica nele contida, terreno particularmente caro a esta equipa,  é o ponto de vista escolhido para revisitar este clássico de Samuel Beckett.

Encenação: Sandra Faleiro; Tradução: João Paulo Esteves da Silva; Interpretação: Cucha Carvalheiro e Luís Madureira; Cenário e figurinos: Maria João Castelo; Luz: Cristina Piedade; Música: Sérgio Delgado; Assistência de produção: Diogo Costa

Coprodução CAUSAS COMUNS e SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL


Circulação do espectáculo:
 
2018: Teatro Municipal de Bragança - 27 abril, Teatro do Bolhão (Porto), Cine-Teatro de Estarreja, Teatro Virgínia (Torres Novas) - 12 maio e Centro das Artes – Casa das Mudas (Madeira).


Sinopse

Teatro - ESTREIA
12 – 22 abril
LINDOS DIAS!
(Happy Days, de Samuel Beckett)
Encenação Sandra Faleiro
Quarta a sábado, 21h, domingo, 17h30
Sala Mário Viegas
A classificar pela CCE
€12 (com descontos €5 - €8,40)

 

15 abril, domingo, 17h30: 
LGP – sessão com interpretação em Língua gestual portuguesa
Conversa com a equipa artística após o espetáculo

Dizemos “lindos dias, estes que estamos a viver” e ouvimos a ironia, mesmo que a intenção seja celebrar o dia. O que pode fazer uma mulher enterrada até à cintura num montículo que a cobrirá até ao pescoço? Sim, fala com um marido vagamente presente. E mais? 
O clown, e a dimensão tragicómica nele contida, terreno particularmente caro a esta equipa,  é o ponto de vista escolhido para revisitar este clássico de Samuel Beckett.

Encenação: Sandra Faleiro; Tradução: João Paulo Esteves da Silva; Interpretação: Cucha Carvalheiro e Luís Madureira; Cenário e figurinos: Maria João Castelo; Luz: Cristina Piedade; Música: Sérgio Delgado; Assistência de produção: Diogo Costa

Coprodução CAUSAS COMUNS e SÃO LUIZ TEATRO MUNICIPAL


Circulação do espectáculo:
 
2018: Teatro Municipal de Bragança - 27 abril, Teatro do Bolhão (Porto), Cine-Teatro de Estarreja, Teatro Virgínia (Torres Novas) - 12 maio e Centro das Artes – Casa das Mudas (Madeira).


Críticas

Não existem críticas.

Preçário

1

Descontos

50% 
Cartão Maria&Luiz
Maiores de 65 anos, pessoas com deficiência e acompanhante, desempregados,estudantes, profissionais do espectáculo, funcionários da CML e Empresas Municipais 

30% 
Grupos de 10 pessoas ou mais

20% 
Protocolos e acordos

€5
Menores de 30 Anos 

Nota: É favor fazer-se acompanhar de um documento que comprove o desconto à entrada.

Comentários

Não possui comentários. Envie o Seu !

stqqssd
      1 2 3 4
5 6 7 8 9 10 11
12 13 14 15 16 17 18
19 20 21 22 23 24 25
26 27 28        
 
BILHETEIRA
 
bilheteira@teatrosaoluiz.pt
Tel.  (+351) 213 257 650
Todos os dias, das 13h às 20h
Siga-nos no: facebook