TEATRO
14, 15 e 20 a 22 setembro

Apeadeiro

Nuno Cardoso
Foyer sala Bernardo Sassetti
Sábado e domingo; quinta a sábado, 19h

Sinopse

Teatro
14 e 15, 20 a 22 setembro
APEADEIRO
Nuno Cardoso
Sábado e domingo; quinta a sábado, 19h
Foyer Sala Bernardo Sassetti
M/12
Duração: 1h15

€7 (preço único)


Bilheteira
Online


Apeadeiro, terceira etapa do tríptico de solos de Nuno Cardoso é assumidamente autobiográfico. Tomando como matéria referencial quer a vila onde nasceu e cresceu, quer a sua experiência ao longo dos anos como ator e encenador, cria uma narrativa improvisada, entre a memória e a ficção, o real e a fábula, com a qual ensaia um retrato possível. Partindo do pressuposto fundador plasmado na frase “o meu corpo é a minha terra, a minha terra está no meu corpo”, inicia a busca de um lugar de criação fundado no gesto. Apeadeiro não é sobre Canas de Senhorim real, é antes a anatomia de uma identidade que Nuno Cardoso tem transportado na sua prática como criador.

Encenação, interpretação e dramaturgia: Nuno Cardoso; Cenografia: F. Ribeiro; Desenho de luz: José Álvaro Correia

Coprodução: Ao Cabo Teatro, Centro Cultural Vila Flor, Centro de Artes de Ovar, Teatro Municipal do Porto

Sinopse

Teatro
14 e 15, 20 a 22 setembro
APEADEIRO
Nuno Cardoso
Sábado e domingo; quinta a sábado, 19h
Foyer Sala Bernardo Sassetti
M/12
Duração: 1h15

€7 (preço único)


Bilheteira
Online


Apeadeiro, terceira etapa do tríptico de solos de Nuno Cardoso é assumidamente autobiográfico. Tomando como matéria referencial quer a vila onde nasceu e cresceu, quer a sua experiência ao longo dos anos como ator e encenador, cria uma narrativa improvisada, entre a memória e a ficção, o real e a fábula, com a qual ensaia um retrato possível. Partindo do pressuposto fundador plasmado na frase “o meu corpo é a minha terra, a minha terra está no meu corpo”, inicia a busca de um lugar de criação fundado no gesto. Apeadeiro não é sobre Canas de Senhorim real, é antes a anatomia de uma identidade que Nuno Cardoso tem transportado na sua prática como criador.

Encenação, interpretação e dramaturgia: Nuno Cardoso; Cenografia: F. Ribeiro; Desenho de luz: José Álvaro Correia

Coprodução: Ao Cabo Teatro, Centro Cultural Vila Flor, Centro de Artes de Ovar, Teatro Municipal do Porto

Críticas

Não existem críticas.

Preçário

1

Descontos

Comentários

Não possui comentários. Envie o Seu !

stqqssd
            1
2 3 4 5 6 7 8
9 10 11 12 13 14 15
16 17 18 19 20 21 22
23 24 25 26 27 28 29
30 31          
 
BILHETEIRA
 
bilheteira@teatrosaoluiz.pt
Tel.  (+351) 213 257 650
Todos os dias, das 13h às 20h
Siga-nos no: facebook