Jardim de Inverno

Acessibilidade

 

No São Luiz posso…

… ASSISTIR A SESSÕES EM LÍNGUA GESTUAL PORTUGUESA – LGP

A LGP é o modo como grande parte da comunidade surda portuguesa comunica entre si e é, desde 1997, uma das línguas oficiais de Portugal. No São Luiz existem sessões de interpretação em LGP desde 2007 em alguns dos espetáculos da temporada.

No São Luiz posso…

… ASSISTIR A SESSÕES EM AUDIODESCRIÇÃO – AD

A audiodescrição é uma descrição objetiva de todas as informações que compreendemos visualmente e que não estão contidas nos diálogos ou banda sonora, como, por exemplo, expressões faciais e corporais das personagens, informações sobre o ambiente cénico, figurinos, efeitos especiais, mudanças de tempo e espaço, além da leitura de créditos, títulos e qualquer informação escrita num ecrã. Assim, as pessoas com deficiência visual podem assistir à peça de forma plena e autónoma. 

 (Antes do espetáculo, os espectadores com deficiência visual têm acesso ao reconhecimento de palco, tomando conhecimento da sala de espetáculo, do dispositivo cénico e do elenco, facilitando assim um futuro reconhecimento dos atores através das vozes e podendo tatear figurinos e elementos de cenário e/ou adereços).

No São Luiz posso…

… COMPRAR UM BILHETE SUSPENSO 

Começa por ser uma forma de oferecer a quem não se conhece a oportunidade de assistir a um espetáculo no Teatro São Luiz. O bilhete custa 7 euros sendo o restante valor suportado pelo teatro e fica suspenso na bilheteira para usufruto de pessoas apoiadas pelas entidades às quais o São Luiz se associa: Associação Coração Amarelo, Associação Gulliver, Lar Jorbalán, Fundação Luís António de Oliveira, Casa de Abrigo da APAV, Associação SOL, Albergues Nocturnos de Lisboa ou CMPL – Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa.


No São Luiz posso…

… ADERIR AO PROJETO VAMOS?

Um projeto de incentivo para que as pessoas em situação de isolamento possam vir mais vezes ao teatro. A associação Coração Amarelo, a associação Gulliver e o CMPL – Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa são nossos parceiros no acompanhamento àqueles que gostam de vir ao teatro. O São Luiz oferece o bilhete ao voluntário que as acompanhe. 

No São Luiz posso…

… IR A SESSÕES DESCONTRAÍDAS

Sessões de teatro, dança, cinema que podem decorrer numa atmosfera mais descontraída e acolhedora e com mais tolerância no que diz respeito ao movimento e ao barulho na plateia; podem ainda implicar pequenos ajustes no espetáculo (iluminação, som) e no acolhimento do público, para melhor se adaptarem às suas necessidades. As sessões descontraídas procuram reduzir os níveis de ansiedade e tornar a experiência mais agradável. Destinam-se a todos os indivíduos e famílias, pessoas com condições do espetro autista (ASD), incluindo síndrome de Asperger; pessoas com deficiência intelectual; crianças com défice de atenção; pessoas com síndroma de Down; pessoas com síndroma de Tourette; séniores em estados iniciais de demência; pessoas com deficiências sensoriais, sociais ou de comunicação. Não são, no entanto, uma forma de contrariar a classificação etária dos espetáculos (por exemplo, permitir que crianças muito pequenas possam assistir a espetáculos que não sejam adequados para a sua idade). Da mesma forma, não procuram criar um espaço para outro tipo de atividade durante o espetáculo que não o usufruto do mesmo. Esta é uma colaboração entre salas de espetáculo e pais, cuidadores e acompanhantes para que todas as pessoas possam assistir ao mesmo espetáculo.  


Parceiros:

Associação Coração Amarelo

A Associação Coração Amarelo - Delegação de Lisboa é uma IPSS cuja intervenção se centra no combate à solidão dos mais idosos. Para tanto desenvolve iniciativas de carácter cultural e recreativo, propostas pelos próprios interessados, as quais possam se potenciadoras do envolvimento e participação social dos cidadãos mais velhos numa ótica de cidadania plena.

Centro Hospitalar Psiquiátrico de Lisboa (CHPL)

O Centro Hospitalar nasceu com a responsabilidade de assegurar a prestação de cuidados especializados de psiquiatria e saúde mental a todos os cidadãos adultos. Para a sua notoriedade contribuiu ainda a nova abordagem no tratamento dos doentes psiquiátricos, a qual lhes proporciona uma maior liberdade, incluindo a circulação no exterior do hospital para alguns deles.

Associação Gulliver

A Gulliver tem como missão ajudar a encontrar, caminhos, redes de suporte e ferramentas, de forma a quebrar ou diminuir o isolamento social involuntário de pessoas.

Fundação António Luís de Oliveira

A Fundação é uma Instituição Particular de Solidariedade Social, que acolhe fratrias (grupos de irmãos) de ambos os sexos, dos 3 aos 18 anos, provenientes de famílias desestruturadas e tem por objectivo prestar assistência, educação e formação.

APAV - Associação Portuguesa de Apoio à Vítima 

Apoiar as vítimas de crime, suas famílias e amigos, prestando-lhes serviços de qualidade, gratuitos e confidenciais e contribuir para o aperfeiçoamento das políticas públicas, sociais e privadas centradas no estatuto da vítima.

Lar Jorbalán - IPSS

Acolher temporariamente jovens mulheres em situação de vulnerabilidade social, proporcionando-lhes um ambiente familiar, seguro e de bem-estar e acompanhá-las no seu processo de autonomia e valorização pessoal, desenvolvendo competências para a construção e concretização de um Projecto de Vida consistente, com vista à sua (re)integração social.

Associação SOL

SOL, representa, solidariedade, luz, esperança, promoção da igualdade de tratamento e apoio na luta contra a discriminação e na promoção da cidadania e dos direitos do Homem e da Criança.

Albergues Nocturnos de Lisboa

A Associação dos Albergues Nocturnos de Lisboa é uma instituição privada, criada em 1881 pelo rei D. Luis I, que desde a sua criação tem sido orientada para a acção social. Actualmente dá guarida a 55 homens que por uma razão ou outra se viram na condição de sem abrigo. 

Crescer

A Crescer tem como missão ir ao encontro do outro promovendo a saúde, a redução  de riscos e minimização de danos e a inclusão da pessoa em situação de vulnerabilidade através de projetos de intervenção na comunidade. Investe na formação e investigação científica na sua área de intervenção.

Para mais informações sobre os projectos de acessibilidade contacte: Nuno Santos 



stqqssd
        1 2 3
4 5 6 7 8 9 10
11 12 13 14 15 16 17
18 19 20 21 22 23 24
25 26 27 28 29 30 31
 
BILHETEIRA
 
bilheteira@teatrosaoluiz.pt
Tel.  (+351) 213 257 650
Todos os dias, das 13h às 20h
Siga-nos no: facebook